Bem-Vindo(a) ao Saikai!
Registre-se para ter acesso a todos os fóruns do RPG e poder interagir com os players. Usuários também podem criar fichas e iniciar seu personagem na história.
Login Registrar-se

[PATCH 1.3]


Formação de Times, clique Aqui.

VIP's Saikai mantenha-se informado da nova novidade, Aqui!

Entre no nosso grupo do Discord Clicando aqui! Não deixem de ler as Regras antes de começar!
Se inscreva no 1º Exame de Graduação Chunin CS

Quer contar sua história? Conte-a Aqui!

Já se informou de todo o sistema? Que tal começar a criar sua Ficha?

Registre o seu personagem para que ninguém use uma réplica igual de sua aparência, em Registro Photo Player.






Foto

[Filler - D] Poder que corrompe - Yahiko



  • Por favor, inicie sesión para responder

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
Fuera de línea
em Qui Jan 18, 2018 8:02 am


avatar

Admin

Poder que corrompe
Tipo de Missão: Filler
Rank: D
Integrantes: Yahiko
Vila: Midorigakure
Recompensa: Filler D - 15 XP, 150 Ryous, 50 SP
Rolamento de Aparição: Não
Narração: Sem Narração
Objetivo: Receber o selo fora algo que Yahiko nunca mais irá esquecer, seu corpo agora possui uma energia desconhecida que parece pulsar em seu ser, uma coisa que só o tempo dirá se ele irá conseguir se adaptar a esse poder ou será consumido pelo mesmo.

Código:
[quote][b]Poder que corrompe[/b]
[b]Tipo de Missão:[/b] Filler
[b]Rank:[/b] D
[b]Integrantes:[/b] Yahiko
[b]Vila:[/b] Midorigakure
[b]Recompensa:[/b] Filler D - 15 XP, 150 Ryous, 50 SP
[b]Rolamento de Aparição:[/b] Não
[b]Narração:[/b] Sem Narração
[b]Objetivo:[/b] Receber o selo fora algo que Yahiko nunca mais irá esquecer, seu corpo agora possui uma energia desconhecida que parece pulsar em seu ser, uma coisa que só o tempo dirá se ele irá conseguir se adaptar a esse poder ou será consumido pelo mesmo.[/quote]

Ver perfil do usuário http://saikaireborn.forumeiros.com

#2
Fuera de línea
em Qui Jan 18, 2018 4:30 pm


avatar




Adaptação Corporal - Parte 1


Desde o dia em que recebi aquele selo em meu pescoço me pergunto se foi uma boa ideia ter sido chamado para ser uma cobaia. Sempre o sinto pulsar, arder, me chamar. Parecia que ele estava em minha mente, querendo me possuir. As vezes eu tinha vontade de deixar, outras eu me mantinha sob-controle. Até quando realmente? Eu tinha alguma maneira de controla-lo? Talvez Kuvira tivesse a resposta. Queria saber mais sobre aquele poder, então fui até ela. Com certeza pior do que eu estou não vou ficar. Então fui.

Começamos a conversar bastante sobre o selo, ela me explicou tudo sobre ele, o que eu precisava para não ser engolido pelo seu poder. Não gostei nada da resposta. Enfim, tive que iniciar o meu ciclo de adaptação. A mulher sabia bem que eu não podia sair por ai com aquele selo sem antes estar o controlando, pelo menos parcialmente. Ela então me sugeriu ficar ali em seu laboratório por algum tempo, tempo este que seria usado para que meu corpo se adaptasse ao grande poder que era dado pela maldição. Uma boa sugestão ao meu ver, nada melhor do que um treino supervisionado por quem entendia todo o funcionamento daquela marca em meu pescoço. Então aceitei sua proposta, e fiquei.

Estávamos no primeiro dia de testes, me colocaram dentro de uma sala ampla, totalmente branca e acolchoada, aquilo até me intrigou. Eu me sentei mesmo me sentindo um pouco desconfortável por estar naquele local. Procurei me acalmar porque somente assim eu conseguiria continuar. Dali em diante foi dor, agonia e puro sofrimento. Tive que liberar o selo para dar inicio ao treinamento, mas foi muito doloroso todo o processo.

O selo começou a tomar o meu corpo aos poucos, senti o meu corpo reagindo a ele e até mesmo o meu próprio chakra. Cada músculo começou a pulsar conforme o selo avançava, eu não conseguia controlar toda aquela carga de adrenalina, nem mesmo toda aquela quantidade de chakra que exalava de mim. A sala estremeceu, os vidros vibraram devido a densidade daquela energia sobrenatural. A cor do meu chakra estava diferente, tinha um tom sombrio, um azul marinho muito escuro, era muito estranho. Me contorcia muito, segurava meus braços tentando suportar toda aquela dor enquanto kuvira e os seus assistentes observavam. Os monitores de fora da sala começaram a aptar freneticamente avisando-os do que estava acontecendo, meu corpo estava entrando em colapso. Foi só quando olhei pelo vidro com uma expressão desesperadora que ela resolveu tomar uma atitude. Um gás tomou toda a sala totalmente, aos poucos. Comecei a ficar sonolento, meu corpo aos poucos pararam de doer, até enfim eu desmaiar no chão.

Acordei repentinamente em cima de uma maca, a luz estava fraca então não me incomodei quando abri os meus olhos. Kuvira tomava nota em seu caderno, enquanto olhava para mim e para os monitores que tratavam de mostrar como eu estava. Se aproximou quando me viu acordar, dando um pequeno sorriso. Eu me senti dolorido, foi a primeira vez que liberei o selo, então ainda era muito novo toda aquela sensação. A mulher disse que enquanto eu não me acostumasse eu sentiria os seus efeitos colaterais. Aquela resposta não me agradou nada. Mas o que eu podia fazer? Eu tinha que continuar até conseguir me acostumar.



HP: 40/40 CH: 45/45 ST: 30/30

Ver perfil do usuário

#3
Fuera de línea
em Dom Jan 21, 2018 3:01 pm


avatar


Aprovado

Ver perfil do usuário

#4
Fuera de línea
Conteúdo patrocinado





Mensagem [Página 1 de 1]