Bem-Vindo(a) ao Saikai!
Registre-se para ter acesso a todos os fóruns do RPG e poder interagir com os players. Usuários também podem criar fichas e iniciar seu personagem na história.
Login Registrar-se

[PATCH 1.3]


Formação de Times, clique Aqui.

VIP's Saikai mantenha-se informado da nova novidade, Aqui!

Entre no nosso grupo do Discord Clicando aqui! Não deixem de ler as Regras antes de começar!
Se inscreva no 1º Exame de Graduação Chunin CS

Quer contar sua história? Conte-a Aqui!

Já se informou de todo o sistema? Que tal começar a criar sua Ficha?

Registre o seu personagem para que ninguém use uma réplica igual de sua aparência, em Registro Photo Player.






Foto

[Filler - D] Respeito Sarutobi - Sayuri



  • Por favor, inicie sesión para responder

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
Fuera de línea
em Sab Fev 03, 2018 9:27 pm


avatar

Admin

Respeito Sarutobi
Tipo de Missão: Filler
Rank: D
Integrantes: Sayuri
Vila: Midorigakure
Recompensa: Filler D - 15 XP, 150 Ryous
Rolamento de Aparição: Não
Narração: Sem Narração
Objetivo: Korra é filha de um homem bem importante dentro do seu clã, mais a fama é inteiramente mérito de seu pai. Korra nunca foi uma menina mimada com caprichos de realeza, pelo contrário sua vida sempre foi dura e bem corrida, seu pai não queria uma princesa e sim uma guerreira, pois a situação da vila estava mudando para pior. Agora com idade Korra deve criar sua própria reputação, dentro e fora de seu clã.

Código:
[quote][b]Respeito Sarutobi[/b]
[b]Tipo de Missão:[/b] Filler
[b]Rank:[/b] D
[b]Integrantes:[/b] Sayuri
[b]Vila:[/b] Midorigakure
[b]Recompensa:[/b] Filler D - 15 XP, 150 Ryous
[b]Rolamento de Aparição:[/b] Não
[b]Narração:[/b] Sem Narração
[b]Objetivo:[/b] Korra é filha de um homem bem importante dentro do seu clã, mais a fama é inteiramente mérito de seu pai. Korra nunca foi uma menina mimada com caprichos de realeza, pelo contrário sua vida sempre foi dura e bem corrida, seu pai não queria uma princesa e sim uma guerreira, pois a situação da vila estava mudando para pior. Agora com idade Korra deve criar sua própria reputação, dentro e fora de seu clã.[/quote]

Ver perfil do usuário http://saikaireborn.forumeiros.com

#2
Fuera de línea
em Ter Fev 06, 2018 4:36 am


avatar



Não me leve a mal, sou uma mulher impulsiva.
KORRA


Estava eu com meus 13 anos de idade em casa. Era um dia chuvoso e a água caia pesadamente sobre o telhado, que a cada gota forte, vibrava quase tão alto, quanto os trovões que ecoavam aquele dia. Era um dia em que todos recolhiam suas coisas para dentro e se reunia com a família. Cozinhavam sopa bem quente e contavam histórias do passado.

Contudo, aquele dia em especial, não teria história a serem contadas. Meu pai havia chegado ensopado e minha mãe logo o ajudou a trocar suas roupas e tomar um banho para se aquecer. Eu ficava olhando a água escorrer pela janela, querendo sair de casa, mas impedida por minha mãe que não queria lidar com uma criança doente depois.

Eu escutava o que meu pai falava para mãe, enquanto ela tirava sua blusa e lhe lavava o corpo. Parecia estar preocupado com uma reunião do dia seguinte. Algum membro do clã acusado de ter cometido algum crime na vila, mas que aparentemente incriminaram o sujeito. As provas pareciam apontar todas para ele. Não podia eu fazer nada e acabei adormecendo. No dia seguinte, acordei e segui meu pai. Fiquei curiosa e fui até o lugar que iria falar mais sobre esse crime. Como era no recinto Sarutobi, eu tinha acesso. Fui lá e fiquei da janela, ouvindo tudo. Aparentemente o crime, era o roubo de um jutsu secreto que ficava guardado aonde o líder da aldeia ficava. Não se sabe como, mas teriam pego. O líder parecia estar la dentro da salinha conversando, mas eu não tinha interesse nisso.

Cabo a conversa e vi meu pai de cabeça baixa e os homens sumindo ainda dentro da salinha. Mais ao longe, eu via um sujeito espiando. Estreitei os olhos e fui atrás quando ele se virou. Segui e ele parou num restaurante. Entrei e fiquei sentada em uma mesa, ouvindo a conversa dele. Parecia dizer que o plano estaria indo conforme o planejado. O jutsu estaria com o comparsa dele. Eles saíram para se encontrar. Continuei seguindo. Era apenas uma criança. Não suspeitariam e eu me escondia bem. Chegaram num local e viam o outro sujeito. Uma bolsa de moedas foi entregue para um e o pergaminho entregue para outro. Eram sujeitos sem clã. Falavam que não podia sair agora, quem tinham que condenar o Sarutobi antes, para não gerar suspeitas. Sendo assim, eles foram para o tal julgamento e eu atrás.

No local aonde justiça era feita, via meu pai se encontrando com eles. Parece que ele teria sido enganado também. O réu estava sendo julgado na sessão que se iniciava. Eu ouvia tudo e parecia que o membro da família estaria em péssimas situações. No fim, eu ouvia o juiz dizendo.

Com todas as testemunhas e as provas aqui. Fica claro que Sarutobi Yamanashi, é culpado dos crimes de roubo e trafico de informações. Sua sentença será de...

MIL DIAS DE DESCULPAS! Eu acabei me aborrecendo e me metendo no meio da fala do juiz.

Todos olhavam assustados. Meu pai ficava ainda mais pálido, por me ver ali. O juiz quebrou o silêncio que se formou.

E er... Você seria?

KORRA, SARUTOBI KORRA.

O que pensa que esta fazendo garotinha? Tirem-na já daqui.

Meu pai se meteu no meio, um tanto constrangido.

Desculpe vossa excelência. Ela é minha filha pertinente. Não sei como chegou até aqui, mas irei tira-la imediatamente.

Se me tirarem daqui, estarão cometendo o maior erro desde dia.

E por que você diz isso, garota? O que acha que é isto aqui? Um playground para brincar?

Não sei o nome disso aqui. Mas sei que minha família não tem culpa de nada. O tio ali, não fez nada de errado e você estão fazendo cagada, rhul.

Eu era bem desaforada. O juiz se controlava para não me punir ou era curioso demais para querer saber o que eu sabia.

Então se tens algo a dizer que possa mudar meu veredito sobre o réu, diga agora ou cale-se para sempre.

Aqueles homens alis... Apontava para os meliantes. Vi um deles mais cedo. Estava um espiando a reunião de meu pai, Tonraq. Eu o segui. Se encontrou com outro estranho e depois com mais um. O terceiro entregou um pergaminho para o segundo, e este um saco de moedas bem gordo. Olhem os bolsos deles e encontraram.

Todo salão voltaram seus olhos para os meliantes. O que havia recebia dinheiro, ficava um pouco aflito e ia alguns ninjas experientes, percebiam a verdade atona. Já o que estava sem nada nos bolsos, retrucou.

Tcs... Vocês vão acreditar mesmo, na palavra dessa menina catarrenta?

Catarrenta é seu cu, filho da puta! Eu desci no nível mesmo.

Bom, se minha filha mente, nos prove. Mostre vossos bolsos. Dizia meu pai.

O homem puxou seus bolsos para fora. Nada lá.

Agora os demais.

O que teria o dinheiro começava a ficar em panico. O que tinha o pergaminho, olhava para os lados e saltava correndo em direção a saída. Eu agia instintivamente.

Katon, Hashibari no jutsu!

Logo, eu lançava minhas chamas, que rodeava o homem e o prendia em um circulo de fogo, sedento em fazer um churrasco. O sujeito com a bolsa de moedas, teria seguido correndo junto, porém ele era mais lento e parecia menos ameaçador. Não deixei de agir também. Já que eu estava metida, eu toquei o foda-se.

Raiton: Kangekiha!

Imediatamente eu expelia um jato de água, que seguia até o covarde. No mesmo instante, eu moldava eletricidade junto da corrente de água. A técnica acertava o fujão, o eletrocutando todo e caindo inerte.

Desgraçada! Tome essa. Ahhh!

O até então, inocente e sem nada nos bolsos, vinha para me acertar. Ele era muito veloz e eu não poderia desviar. Apenas podia fazer alguma coisa. Resistir.

Iwa no Yoroi!

O soco acertava perfeitamente no meu rosto. Mas assim que me golpeava, ele acabava quebrando os dedos. Eu estava extremamente rígida. Não poderia ele quebrar tão facilmente aquilo. Aproveite que ele estava gemendo com a dor e completei.

Falta apenas você... Fūton: Daitoppa!

Sem hesitar, puxei ar dos meus pulmões e moldei meu chakra, lançando uma corrente de ar poderosa, lançando o homem até a o alto da parede, e caindo inutilizado. Todos assistiam impressionados. Estranhei que ninguém tentou se meter na luta, era como se soubessem que eles não teriam chance. Não por minha causa, mas pela vila não permitir malandros como eles, se darem bem no fim. O uns ninjas foram até seus corpos, os rendendo e apanhando as provas. Mostravam ao chamar a atenção. Todos voltavam seus olhos até mim. Um homem de costas que não pude ver, batia palmas sozinho e lentamente, falando a seguir com sua voz imponente.

Katon... Suiton combinado com Raiton. Doton e até mesmo Fuuton. Quanta habilidade nata. Realmente temos aqui uma garotinha que herdou os genes dos Sarutobis. Qual seu nome mesmo, minha jovem?

Korra! Respondi com vigor.

Muito bem. Irei lembrar dessa nome. Acho que temos o caso encerrado. Graças a pequena Saru, prendemos os criminosos certos hoje. Parabéns Korra, honrou seu clã hoje. Quanto a você Yamanashi. Deve ao menos 10 anos de gratidão a ela. E nós, mil dias de desculpas.

O que veio a seguir é apenas detalhes. Prenderam os ladrões. O parente, me agradeceu chorando e eu empurrando ele, porque estava me melecando com suas lágrimas de crocodilo. Vi o homem misterioso ir embora sem poder ver seu rosto. O juiz me parabenizava, assim como muitos e meu pai seguia calado até em casa, me acompanhando. Quando chegamos na porta de casa, ele me olhou brabo.

Nunca mais faça isso Korra. Poderia ter morrido, perseguindo esses bandidos. O que sua mãe vai falar? E aquilo tudo dentro do tribunal? Podia ter matado um civil. Francamente, só me da trabalho... Ele suspirava e tirava sua atenção de mim. Olhava para o chão e de costas falava. Que bom que não fez nada disso. Meus parabéns Sarutobi Korra. Seu clã reconhece sua força e lealdade. Não esqueceremos isso.

Eu estava emburrada. Mas ao ouvir aquilo, me animava mais, tirando a expressão zangada ao pensar na ingratidão do velhote. Via ele adentrando pela porta e com um sorriso no rosto, eu também entrei, gritando alto e comemorando.

Na próxima vou usar um juutsu ainda maaaaaaioooooor. Todos vão ficar fascinados. Os inimigos vai cair e blá blá blá...

Fiquei falando promessas intermináveis das minhas futuras proezas e façanhas.

Korra:
HP: 60/60
CH: 80/82
ST: 50/50

Considerações:
- Haruka, de uma medida de metros das distâncias entre os inimigos e a profundidade do buraco. No caso do buraco, nem precisa ser preciso, apenas uma ideia.

Jutsu Usado:

Propulsor
Rank: D
Requisitos: Katon, Elementalista e Domínio Elemental.
Alcance: Pessoal.
Função: Suplementar.
Selos de Mão: Não requer.
Descrição: Canalizando seu elemento Katon, Korra pode criar um efeito "foguete", a partir de suas pernas. Dessa forma, permitindo a mesma a flutuar pelo ar, de forma rápida. Caso aplicado o elemento Fuuton na técnica, o efeito é dobrado e sua eficiência melhorada. Utilizando para fazer ataques de Taijutsu, a potência do golpe, será enaltecida pelo impulso proporcionado.
Fraquezas: Suiton.

Inventário:

Equipamentos:

Par de Pesos
Pesos usados por shinobis como Rock Lee para treinar sua massa muscular podendo ser postos nos tornozelos ou em outra parte do corpo,quando retirados o shinobi tem acesso a sua força real que estava sendo inibida pelos pesos.


Coletes Shinobi
Coletes  são uma forma de roupas  projetados para fornecer proteção/diminuir o dano de coisas como golpes fisicos, estilhaços e outros projéteis. Para a maior parte, eles têm substituído a armadura usada por shinobi durante a era dos Estados Combatentes e da Primeira Guerra Mundial Shinobi . Eles normalmente são usados ​​por Chunnin's e Jonnin's sobre sua roupa normal na maioria das aldeias, embora o projeto varia entre as aldeias e também mudaram ao longo do tempo.


Bolsa de Quadril
Utilizado como armazenamento para muitas ferramentas, bolsas de quadril são necessários para a realização de uma variedade de tudo o mais elementar dos entes ferramentas ninja como kunai , shuriken , pergaminhos , tag explosivo e bombas de fumaça .É muito comum ninjas usarem duas,tres bolças destas.


Coldre de Armas
Semelhante a uma bolsa de quadril , o coldre de armas é projetado para carrega kunai e shuriken.Posicionado na coxa, o coldre está convenientemente situado em um lugar de fácil e rápido acesso ao shinobi.


Bracelete de Ferro
Os Braceletes de Ferro são um par de apêndices de ouro que ficam em voltar do braço do propietário. Eles podem ser usados tanto como uma ferramenta de treinamento tanto como uma arma ofensiva na batalha, pois tem saliências que podem se sobressair. O da esquerda foi reduzido a cinzas pelo Amaterasu de Sasuke junto com o braço de A. Desde o início da Quarta Guerra Mundial Ninja ele parou de usá-los.


Lâmina Oculta
Uma pequena lâmina que se localiza em um compartimento secreto na sandália ninja, um item usado por Ibiki Morino.


Armadura de Chakra
Descrição: Uma resistente armadura a base de um material leve banhado em Chakra que pode aguentar até os mais fortes golpes.A armadura drena o chakra de ninjutsus e ao mesmo tempo amplifica o chakra do usuario,noentanto a um limite no poder de absorção pois sasuke consegue quebrar a armadura de Doto com seu chidori.Caso duas armaduras chegem perto ambas podem explodir,pois seus nucleos quando perto um do outro tornam-se muito instaveis


O frio que habita em mim, o calor da batalha que sinto aqui, as nuances de um doce contraste que anunciam seu fim

Ver perfil do usuário

#3
Fuera de línea
em Ter Fev 06, 2018 10:55 am


avatar


Aprovado

Ver perfil do usuário

#4
Fuera de línea
Conteúdo patrocinado





Mensagem [Página 1 de 1]