Bem-Vindo(a) ao Saikai!
Registre-se para ter acesso a todos os fóruns do RPG e poder interagir com os players. Usuários também podem criar fichas e iniciar seu personagem na história.
Login Registrar-se

[PATCH 1.3]


Formação de Times, clique Aqui.

VIP's Saikai mantenha-se informado da nova novidade, Aqui!

Entre no nosso grupo do Discord Clicando aqui! Não deixem de ler as Regras antes de começar!
Se inscreva no 1º Exame de Graduação Chunin CS

Quer contar sua história? Conte-a Aqui!

Já se informou de todo o sistema? Que tal começar a criar sua Ficha?

Registre o seu personagem para que ninguém use uma réplica igual de sua aparência, em Registro Photo Player.






Foto

[Normal - Rank da Missão] Pista de Obstáculos - Villie&Nana, Amaya e Adrian



  • Por favor, inicie sesión para responder

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
Fuera de línea
em Qui Fev 01, 2018 9:28 pm


avatar


Pista de Obstáculos
Tipo de Missão: Normal
Rank: Rank da Missão
Integrantes: Villie&Nana, Amaya e Adrian
Vila: Akagakure
Recompensa: Filler C - 40 XP, 500 Ryous
Rolamento de Aparição: Não
Narração: Sem Narração
Objetivo: Um pequeno evento solicitou três gennins para experimentar uma pista de obstáculos, onde os mesmos devem passar pelos obstáculos da pista organizados pelo cliente da missão. Notável que os obstáculos podem acabar ferindo os gennins, por se tratar de uma pista feita para ninjas, por tanto não tratem a missão como brincadeira de criança.

Código:
[quote][b]Pista de Obstáculos[/b]
[b]Tipo de Missão:[/b] Normal
[b]Rank:[/b] Rank da Missão
[b]Integrantes:[/b] Villie&Nana, Amaya e Adrian
[b]Vila:[/b] Akagakure
[b]Recompensa:[/b] Filler C - 40 XP, 500 Ryous
[b]Rolamento de Aparição:[/b] Não
[b]Narração:[/b] Sem Narração
[b]Objetivo:[/b] Um pequeno evento solicitou três gennins para experimentar uma pista de obstáculos, onde os mesmos devem passar pelos obstáculos da pista organizados pelo cliente da missão. Notável que os obstáculos podem acabar ferindo os gennins, por se tratar de uma pista feita para ninjas, por tanto não tratem a missão como brincadeira de criança.[/quote]

Ver perfil do usuário

#2
Fuera de línea
em Sex Fev 02, 2018 10:36 am


avatar




Nada como o dia após o outro, estava um paradão como sempre, sem nada para fazer, ficar deitado o dia todo era cansativo até certo ponto, meus companheiros de equipe e a sensei não os via fazia algum tempo, mas não ficaria ali por muito tempo cabisbaixo quase em modo deprê, levantei-me, aprontei meus itens e caminhei até o posto de missões, buscando claro algo para fazer e de quebra ganhar algum dinheiro. Ao chegar lá em vez de algo de Rank D, fácil, fui nas de Rank C, buscando algo mais participativo de minha parte e recompensador. Escolhi uma que me pareceu interessante, em sua descrição pedia que fossem escolhidos 3 gennins que seriam cobaias em uma pista de obstáculos para ninjas de alto nível. Meio complicado já que não tinha notícias de meu time, mas resolvi pegá-la mesmo assim, encaminharia até o local e aguardaria a chegada de outros dois aleatórios, afinal com uma recompensa alta dessas não deveria demorar até outros gennins irem atrás da missão. Aprontei-me, guardando o pergaminho da missão e saindo do local. Caminhei em passos tranquilos e lentos até o local da pista. Meio longe por sinal, foram algumas horas caminhando antes de chegar a tal. Aos passos que ia me aproximando do local vi outras duas pessoas chegarem juntas, talvez seriam os dois gennins que também haviam pego a missão. Interagir não era algo que eu queria de momento mas não dependia de mim, a garota e o metamorfo vieram ao meu encontro se apresentando amigavelmente, e como companheiros de vila acabei por responder em tom amigavél, dizendo meu nome. Era muito diferente aquele ser a minha frente. Meio homem, meio mulher, muito diferente, a garota Nara estava acostumado, em nossa conversa ela revelou que eram do mesmo time, eu curioso um pouco perguntei até que responderam e aquilo se tratava de uma Kekkei Genkai rara, chama Soma no Ko, em leve troca de informações graças a curiosidade de ambas afinal minha aparência era diferente também revelei ser do clã Hoshigaki. Enquanto iamos conversando o contratante aproximou-se de nós, se apresentando e nos levando ao local onde era a pista de obstáculos que tínhamos como trabalho testar.
Era um espaço enorme, cheio de desafios que gennins como nós teríamos certa dificuldade em realizar, mas como era para visada para treinamenos de pessoas de mais alto nível certamente era algo bom. Não achava necessário continuar junto das duas e me separei, deixei que ambos companheiros realizassem o trajeto junto, enquanto eu tentaria sozinho. Por não conhecer as personalidades totalmente preferi evitar qualquer atrito. Fui para outro lado da pista, onde o trajeto era diferente e me preparei. A entrada do trajeto revela ser um tanto quanto assustador, não era sobre a luz do sol e sim embaixo do chão, digno de catacumbas. Peguei uma kunai, claro visando me proteger, mas será que era suficiente. Fui caminhando vagarosamente, prestando atenção ao meu redor, a medida que eu ia andando certos lugares do chão rangiam e nesses rangidos senbons eram atiradas em minha direção, milhares delas, esquivei-me, desviando algumas com a kunai mas era um trajeto difícil, era arranhado por algumas delas, arranhões superficiais. Evitar o chão cheio de armadilhas era difícil, não tinha outro caminho afinal o teto era coberto por espinhos venenosos, tão exagerados que pingavam algo de coloração roxa que sempre que batia no solo soltava uma pequena fumaça, talvez nem fosse veneno e sim algo pior, mas de qualquer maneira evitei. Uma voz repetia por duas vezes que a primeira parte terminava, uma porta atrás de mim fechou-se com extrema rapidez e força, se eu estivesse um passo atrás teria sido esmagado, mas agora viria outra parte, como deveria tratar isso, já estava todo arranhado, daqui para frente só piorando.
Uma porta a minha esquerda se abria e a mesma voz dizia em alto som, "Início da segunda Parte", a medida que ia se abrindo uma sala 30Cm abaixo e esta coberta por lava.
- Puts. Bravejei enquanto dois pilares de metal se ergueram. Não sei confiaria naquilo, parecia muito aleatório e as chances estavam em 50% de dar certo ou de dar errado, como me arriscar perante tal situação. Pensei por um breve momento, decidi não me arriscar, mesmo gennin possuia técnicas que me ajudariam em tal situação, concentrei o chakra, fiz o selo do tigre e criei dois bunshins meu. - Pois bem, cada um vai em um pilar. Dizia, enquanto o clone a minha direita pulava no primeiro pilar. Era imaginado o que aconteceria, uma armadilha, assim que este se apoiou sobre o mesmo o pilar explodiu em sua base, o clone caiu direto na lava desaparecendo em meio a fumaça. O Clone a minha esquerda agora iria tentar, este pulou sobre o pilar e não era os 50% certo que eu tanta imaginara, novamente outra armadilha se ativava, o pilar ia subindo enquanto o teto abaixava, pressionando o clone contra ambos, péssimo meio de morrer, esmagado, o clone desaparecera em meio a fumaça. Por um breve momento olhei a minha volta e não via saídas. "E agora...". Pensei... Como era uma pista para testar nossas habilidades então deveria tentar algo mais sério. Juntei ambas as mãos, concentrei e canalizei o chakra, deixando-o fluir pelo meu corpo e criando uma espécie de redemoinho, junto a minha habilidade com suiton. -Suiton - Suishouha-. A medida que o chakra ia rotacionando ao meu redor um tornado de água ia se criando, a água ia se espalhando por toda sala, preenchendo todos os 30CM de fundura que possuia ali, misturando-se a lava, criando uma enorme cortina de fumaça, mas também transformando a lava em pedra. Teria conseguido ? Meio relutante coloquei um pé primeiramente para certificar que estava firme, assim continuei em passos calmos e lentos para evitar que rachasse e caísse em algum lugar desconhecido. Atravessei toda a extensão da sala chegando a outra porta. Novamente a voz vinha em alto som. "Fim da Segunda Parte." A Porta permaneceria fechada. - Mas... o que... porque não abre droga. Meio nervoso por esta não ter abrido dei um chute na mesma mas nada aconteceu. Olhava ao redor e nada, nenhuma alma viva. "Teste de Força, atinja 100 pontos para a porta abrir, você tem três tentativas, na terceira se não conseguir a sala auto-explodirá" A Voz terminava deixando somente meus pensamentos em meio a uma vastidão de silêncio. Como proceder em tal situação, como seria medido a força ? Tantos pensamentos. - Três chances, mas que droga é essa. Ficava irritado perante tal situação. Mas tinha que continuar, minha vida estava em jogo agora. Como saber quanto de força aplicar. Tentei sem o uso de jutsus primeiro para tirar uma base. Cerrei os punhos e com o máximo de força que podia tentei, desferi o primeiro soco. "10 Pontos, tente novamente". - 10, então, talvez consiga com algum taijutsu. Afastei um pouco, cerrei os punhos novamente, mas desta vez maximizei com o chakra a força. Corri contra a porta e desferi outro golpe de punhos cerrados. -Guren Tekubi-. Era mais uma tentativa, a porta por um breve momento tremeu. "75 Pontos, última tentativa". Estava quase lá, 75 era um bom número, mas eu não tinha taijutsus melhores, como continuar em tal situação a partir de agora. Sentei um pouco, limpei minha mente e pensei um pouco, relembrando todos os jutsus que eu tinha aprendido buscando algum que pudesse funcionar. Aos poucos relembrei de um jutsu, Rank A, iria consumir muito de meu chakra mas era uma especialidade de meu clã, um Suiton, forte o suficiente para destruir a porta. Novamente concentrei meu chakra, inpirava e expirava, em um ritmo mediano para evitar uma fadiga. Fui deixando o chakra sair, misturando-se a água que ia emergindo do solo. -Suiton: Senshokukō-. Aos poucos uma enorme onda de água emergia, esta coberta por milhares de tubarões feitos de água, era minha última cartada para tentar destruir tal porta. Senão desse certo, morreria ali mesmo. A Medida que a onda se chocava com a porta esta tremia e tremia, mais e mais, os tubarões iam batendo contra a mesma, um após o outro, em minha última cartada havia talvez conseguido, a porta rachou-se, feixes de luz iam adentrando a sala. Esta cedeu e a luz cobriu toda a sala, a água ia saindo para fora, não mantive o jutsu por muito tempo pois consumia muito do chakra, mas havia conseguido sair dali. Cansado depois de usar tal jutsu, fui caminhando meio tonto. O senhor que havia contratado nós foi ao meu encontro, me segurando, colocando-me sentado em uma cadeira para que eu descansasse. - Muito obrigado pelos dados, era isso que queríamos mesmo, parece que foi desafiante o suficiente para um gennin, iremos aperfeiçoar a pista e deixá-la pior. Aqui está a recompensa. As palavras gratas e sinceras do senhor acomodaram meu coração, sorri por um breve momento mas estava cansado, fiquei por ali sentado recuperando as energias.
Assim que me senti 100% totalmente sai do local, olhei a minha volta e os outros dois gennins que havia conhecido tinham terminado também, despedi-me de ambos, partindo novamente para meu campo de treino.




Ver perfil do usuário

#3
Fuera de línea
em Sex Fev 02, 2018 3:06 pm


avatar






Em minha mão esquerda estava as instruções para a missão, esta que tornei a ler diversas vezes naquela manhã e até mesmo perguntei quais eram os tais obstáculos, mas tudo estava vetado, resumindo saberia apenas quando chegasse no local. Assim estava eu ali, enquanto Nana estava ‘descansando’ assim seguia ao lado de Amaya.

— Quem diria que a gente seria usado pelo conglomerado Nanjo. O que acha disso Amaya? Creio que já deve ter uma ideia do motivo desses testes.—

Naturalmente eu confiava no intelecto dela, inteligente, bonita e faz parte do clã Nara sem contar que era alguns anos mais experiente, sendo assim era fácil depende mais do que o necessário da líder do time cinco. Ao chegar no local dos teste me encontrei com o terceiro membro daquela missão, um rapaz de pele anil, alto e com feições de um tubarão. Sendo assim me apressei a comprimenta-lo.

— Prazer em conhecê-lo Sou Villie Melphius, e… Esta é Nana Melphius. —


Nana deslocou seu rosto para o meu pescoço olhando por breves segundos para o rapaz, memorizou seu rosto e de modo rápido ela deduziu; sofreu algum tipo de experimento para se tornar assim ou simplesmente nasceu assim? Tornando a voltar ao seu descanso ignorou o rapaz.

O local apresentado pelos avaliadores da pista de obstáculos, estava dividido em diversas fases. A primeira na qual eu encontrei consistia em um túnel, que ao entrar no mesmo seguia em direção de um trajeto reto, porém havia uma espécie de abismo escuro com diversas plataformas de cores variadas, deveria haver algum caminho, mas a questão qual era o caminho correto. As plataformas tinham suas devidas cores, sendo assim decidir escolher um dos clãs mais populares da vila. Saltei para a plataforma vermelha, no qual por incrível que parece detive êxito em ficar de pé, sendo assim seguir para a próxima, mas Nana comentou algo. “Parece está na ordem dos complexo da vila.” Assim como não tinha reparado fiquei alí em pé na placa vermelha, pensando…

“ Por que acha isso?” A perguntei, sua resposta foi simples. “ Por que o primeiro clã de Midori foram os Kurama.

Sendo assim  ela me explicou que a ordem deveria ser… “Sarutobi” “uzumaki” ”Nara” e por último “Senju”. Saltei cada uma das plataforma confiando em Nana, olhando para trás pude ter certeza que sua dedução estava correta.

A segunda fase do local era um trajeto aparentemente simples, havia uma pista no qual passava um machados gigantes de um lado para o outro, assim como estacas no chão se erguiam em determinado perímetro, simplesmente engoli em seco diante disso. Os primeiros dez metros havia uma especie de liquido pegajoso no chão, escorregadio e transparente este que querendo ou não você deveria pisar, pois depois deste havia um buraco  de seis metros, escorregando até o limite saltei passando pelo buraco.

Em seguida tive de esperar o momento certo, passando pelo machado, simples porém se eu errasse ou ficasse desatento poderia ser cortado no meio. E por último  chegando na parte das estacas esperei ela abaixar e acelerei meio que escorregando, mas a passando pela segunda fase sem maiores dificuldade.

O terceiro fora o mais complicado de se lidar, tive de me separar de Nana no meio do caminho enquanto precisava da mesma para segurar um dos interruptores do caminho. Ao chegar na metade, me agachei a tempo de assim que ouvir o sibilo de corte de ar sendo encaminhado em minha direção; a faca estava completamente preta, evitando a reflexão da luz para que pudesse se perceber sendo lançada em devida distância, depois de quase sete outras armadilhas mortais finalmente havia terminado o percurso, intacto, mas de certa forma com o espírito fragmentado pelo trauma por participar de tal coisa.

Ver perfil do usuário

#4
Fuera de línea
em Sex Fev 02, 2018 3:28 pm


avatar



Estar junto de Villie e Nana em uma missão foi até que fácil para mim, pois já os conhecia e sabia como eles agiam juntos, mas nós não estávamos com Tatsuya, nosso companheiro de time.

Outro Gennin de outra equipe iria estar conosco naquela missão e eu me preocupei um pouco pois não sabíamos nada sobre ele ou suas reais intenções, mas não podíamos fazer nada agora.

Nosso destino seria na vila vizinha, Akagakure para testarmos uma pista de obstáculos especialmente criada para nós ninjas treinarmos, estava bem interessada para descobrir como aquilo iria funcionar ou se poderia correr riscos da gente acabar sofrendo algumas lesões sérias.

Assim que chegamos na vila, o gêmeo de Nana resolveu falar comigo. — Quem diria que a gente seria usado pelo conglomerado Nanjo. O que acha disso Amaya? Creio que já deve ter uma ideia do motivo desses testes. — Balbuciou Villie. Olhei séria para o rapaz e logo proferi. — Acho que será bem interessante, espero que não nos machuquemos. — Dissera rindo um pouco e logo os quatro Gennin caminharam na direção do local dos testes.

Os obstáculos eram interessantes e não sofri nada, pois consegui encontrar brechas para não me machucar por conta da minha incrível inteligência. Somente me atrapalhei em um obstáculo da primeira fase e machuquei o joelho apenas, mas conseguia me mover ainda. Villie e Nana tinham uma maestria incrível e o outro rapaz, Ainz também.

Tentei não dialogar tanto com o outro membro daquela "equipe" formada apenas para essa missão e focalizei o meu máximo para a segunda fase onde enfrentávamos machados que passavam com agilidade e tínhamos que desviar deles enquanto passava pelo trajeto.

Confesso que me preocupei um pouco, mas conforme fui passando pelo obstáculo, me acalmei e consegui realiza-lo facilmente. Nenhum arranhão fora feito e esperava que a terceira fase fosse um pouco mais difícil, pois eu precisava disso.

A terceira fase eu acompanhei com os olhos Villie e Ainz realizarem e tentava ver uma outra forma de não me machucar. Nana também esperava para fazer e decidimos fazer juntas. No processo consegui desviar de todos os objetos lançados contra nós, mas acabei por ser atingida de última hora no braço por um deles e o corte havia sido bem grande, mas terminamos de experimentar a pista de obstáculos perigosa com maestria. Terminamos a missão e caminhamos para retornar para Midori.

Nível: 04

HP: 69/69

CH: 55/55

ST: 36/36


Ver perfil do usuário

#5
Fuera de línea
em Sex Fev 02, 2018 7:55 pm


avatar


Aprovado

Ver perfil do usuário

#6
Fuera de línea
Conteúdo patrocinado





Mensagem [Página 1 de 1]